quarta-feira, 10 de junho de 2015

Constelação Familiar fenomenológica  com ênfase em Física Quântica - Comunidade em Joinville
A constelação Familiar se caracteriza como Terapia Breve assim como a regressão de memória por meio da Hipnose. Terapia Breve fica em torno de 1 a 3 sessões chegando muitas vezes na 4 sessões.

Constelações Sistêmica Familiar é uma abordagem terapêutica inspirada nas metodologia das Ordens do Amor de Bert Hellinger - Autor. É possível resolver questões emaranhados a respeito do sistema do indivíduo que estão influenciando de forma negativa. É possível revelar soluções no âmbito familiar, nas questões emocionais e pessoais, como também nas organizações, empresas e grupos. É uma técnica que abrange as gerações buscando justiça sistêmica; trazendo soluções para esclarecer, orientar, liberar bloqueios, movimentar o que está parado e muito mais.
Deixo bem claro que em nenhum momento se cogita em religião, pois a Constelação sistêmica familiar, a regressão e a hipnose são técnicas terapêuticas com fins específicos para mudança de comportamento indesejado.

Silca T. Malutta   Parapsicóloga, Consteladora Sistêmica, Hipnóloga E Profª De Regressão De Memória.
photo
Skype: silcamalutta
Address: Rua Des. Nelson Nunes Guimarães, 158
  

Constelação Familiar e Empresarial e Ciências Mentais em Atiradores - Joinville-SC



Problemas e crises em relacionamentos pelo ótica sistêmica Familiar.
As origens desses conflitos podem estar vinculados e acumulados há gerações. Essa dor vem tanto do próprio passado quanto do sofrimento coletivo da origem de tua chã. Esse “corpo sofrido” vem através de um campo de energia de informações “campo morfogenético” e tenta controlar seus pensamentos e fazer com que se torne profundamente negativo. Olhe para os relacionamentos de seus antepassados e verifique se você esta repetindo patrões sistêmicos.
Leia as afirmações abaixo, e mesmo que não tenha acontecido o fato para você, perceba qual seria a sua resposta. Responda simplesmente com um sim ou não. Todos os “sim” podem indicar emaranhamentos sistêmicos.
1 – Você ainda se lembra de um primeiro amor na sua vida com saudades
2 – Num primeiro relacionamento, a separação ocorreu de forma tumultuada, com feridas para ambos os lados
3 – Você faz mais pelo parceiro(a) do que recebe dele(a)
4 – Você sente medo intenso de ser abandonado e ficar só
5 – Você se esforça para ser como o seu parceiro(a) deseja que você seja
6 – Quando você está numa relação, tem a tendência de sufocar o outro
7 – Você exige que o outro mude seu jeito, quer reeducá-lo, para que fique melhor
8 – Você sente que não é visto pelo parceiro(a) na relação
9 – Você não consegue entender o parceiro(a) e ver como ele(a) é
10 – Você não aceita o primeiro relacionamento do parceiro(a) como tendo sido importante a ele
11 – Você vê a relação com os seus próprios pais mais importantes que o próprio relacionamento
12 –Olha para a família do parceiro e tem dificuldade em aceitá-la
13 – Se seu parceiro(a) tem filhos, você se coloca como um pai ou mãe, tirando a importância do pai ou mãe biológica. Poderia até ter raiva do pai ou mãe do filho do seu parceiro.
14 – Você tem sentimento de mágoa e rejeição dos próprios pais
15 – Você tem a tendência de refazer o casamento dos seus pais de maneira melhor
16 – Você esconde do seu parceiro(a) o fato de ter feito (mulher) ou incentivado (homem) abortos ou esconde (ou não discute) outras situações emocionalmente difíceis, como a vontade de não ter filhos, por exemplo
17 – Você vê em si padrões de relacionamento com problemas repetidos
18 – Você se vê muito parecido com o pai, mãe, avós ou até tios, na forma de agir nos relacionamentos
19 – Você acredita que o outro(a) o fará feliz
20 – Você vê um relacionamento dos seus pais de forma boa, e faz de tudo para que a sua relação seja igual à deles
21 – Você costuma ser possessivo(a) e ciumento(a) quando está apaixonado(a) e cobra fidelidade do dele(a)
22 – Se existe filhos na relação, você os vê como mais importantes do que a própria relação afetiva com o parceiro(a)
23 – Quando um relacionamento termina, você se sente como se a vida tivesse acabado e talvez até tenha pensado em morrer

Caso você queira esclarecimento sobre “emaranhamentos sistêmicos”, deixe o seu comentário ou pergunta, e nós teremos prazer em responder sua dúvida.
Próxima constelação familiar em grupo – auxiliando no desemaranhamento dos problemas sistêmicos em Joinville-SC dia 12 de Julho. Agendamento com Rosana Souza no face ou Silca T Malutta no face.
 
Silca T. Malutta   Parapsicóloga, Consteladora Sistêmica, Hipnóloga E Profª De Regressão De Memória.
photo
Skype: silcamalutta
Address: 
  

domingo, 31 de maio de 2015

*Algumas questões que podem ser vistas pela Constelação Familiar, Empresarial e Organizacional:

*Algumas questões que podem ser vistas pela Constelação Familiar, Empresarial e Organizacional:
- Dificuldades de relacionamento entre pais e filhos na família e na empresa;
- Dificuldade de relacionamento entre casais e na empresa.
- Dificuldade de relacionamento entre irmãos na família e na empresa;
- Dificuldade de relacionamento com ex-companheiros, especialmente quando envolvem filhos na família e na empresa;
- Pessoas que adoecem ou se acidentam com regularidade ou estão em risco de vida;
- Vícios de toda espécie;
- Suicídios e/ou homicídios na família;
- Abortos naturais ou provocados; adoções
- Pessoas rejeitadas ou excluídas da família ou empresa.
- Distúrbios de comportamento, agressividade, fobias, tristeza, medos, obesidade, pânico;
- Falta de força para lidar com as questões da vida;
- Dificuldade em ter uma vida próspera e de poder usufruir as coisas boas da vida;
- Dificuldades profissionais ou nos contatos sociais;
- Problemas com herança ou inventário familiar e empresarial;
- Compra e venda de imóveis, dentre outros.
- Acontecimentos familiares marcantes (acidentes, mortes, adoções, perdas, doenças   psiquiátricas, mortes precoces, assassinatos, suicídio, abortos, e outros fatores); 
- Relacionamento de natureza pessoal (amizades, namoro, uniões, casamento, relações sexuais, os amantes); 
- Questões de Saúde (Depressão, doenças graves, dores, sintomas de modo geral);
• Vícios e dependências (drogas, alcoolismo, tabagismo); 
• Conflitos no ambiente de trabalho (problemas na carreira, com a chefia, autoridades, colegas, empresas, negócios, vendas, produtos e muito mais. . Questões emocionais que perturbam, caos interior, fraquezas, falta de motivação, direcionamento, insegurança e muitos outros conflitos.
Venha vivenciar conosco

 Apresentamos  uma lista que poderá auxiliá-lo(a) a reconhecer se o seu problema ou dificuldade tem origem sistêmica.
Identifique se algum acontecimento abaixo esteve presente na família dos seus pais, avós ou até mesmo na dos seus bisavós:
1. Morte precoce: de alguém muito jovem ou que tenha deixado filhos pequenos menores de 7 anos; doença e morte de mães durante ou após o parto (até mesmo de bisavós).
2. Suicídio ou tentativa de suicídio.
3. Crimes, principalmente assassinatos.
4. Pessoas enganadas no que diz respeito à sua herança.
5. Membros caluniados ou banidos, repudiados, condenados ou desonrados.
6. Abortos espontâneos ou provocados.
7. Filhos fora do casamento, não assumidos ou abandonados.
8. Adoções.
9. Doenças ou deficiências importantes (doenças degenerativas, invalidez, esquizofrenia, alcoolismo e drogas).
10. Imigrantes.
11. Severas restrições materiais e até fome.
12. Abuso ou violência sexual.
13. Sociedades ou dissoluções societárias com prejuízos de uma das partes em benefício da outra.
14. Injustiça, dano financeiro, emocional ou moral praticado por empregador contra empregado.
15. Relacionamentos afetivos importantes dos pais anteriores ou concomitantes ao casamento.
16. Separações conjugais desrespeitosas e dolorosas, beneficiando uma das partes em detrimento à outra.
17. Padrões repetitivos de algum acontecimento/comportamento negativo em diferentes gerações.


Caso você tenha identificado algum desses itens na sua história familiar, há grande chance do seu problema ou dificuldade  ser de origem sistêmica.

sexta-feira, 29 de maio de 2015

Joinville-SC Constelação Familiar - Abordagem Sistêmica fenomenológica segundo Bert Hellinger - Pedagoga Silca Malutta

O EMARANHAMENTO - A SOLUÇÃO
Muitas vezes isso aconteceu várias gerações atrás. Não existe mais memória deste acontecimento, porém. no campo espiritual da família a memória permanece totalmente preservada e é trazida á luz numa constelação.
Silca T. Malutta   Parapsicóloga, Consteladora Sistêmica, Hipnóloga E Profª De Regressão De Memória.
photo
Skype: silcamalutta
Address: Rua Des. Nelson Nunes Guimarães, 158
  

terça-feira, 26 de maio de 2015

Joinville-SC Princípios Sistêmicos Familiar - Podemos reescrever a nossa vida.



QUANDO PERCEBEMOS QUE NOSSOS PAIS ESTÃO COMPROMETIDOS COM O DESEQUILÍBRIO DAS GERAÇÕES ANTERIORES ENTÃO SAÍMOS DO JULGAMENTO.

-- 
Silca T. Malutta   Parapsicóloga, Consteladora Sistêmica, Hipnóloga E Profª De Regressão De Memória.
photo
Skype: silcamalutta
Address: Rua Des. Nelson Nunes Guimarães, 158
  

domingo, 10 de maio de 2015

Considerada como Terapia Breve, as constelações familiares vão muito além dos conceitos, é uma ferramenta de vanguarda pela prof. Silca





CASADOS E DESCASADOS
Desrespeito a ordem de chegada segundo Bert Hellinger - Autor
Um exemplo clássico de desrespeito da ordem de chegada é quando ocorre a separação do casal e um dos dois casa-se novamente.
Os novos companheiros, nova esposa ou esposo, entram para a família como segundos na ordem de chegada. Quando se observa que esses se comportam de forma a querer mandar em tudo e modificar muita coisa, falar mal dos ex-companheiros, isso traz muito desequilíbrio para o atual casal. Geralmente, os filhos, se existirem, não aceitam. A primeira esposa ou esposo, gostemos ou não, sempre farão parte da história daquela família e daquele relacionamento afetivo. Eles devem ser respeitados, independentemente do que aconteceu anteriormente.
É como se a família tivesse uma alma própria e se alguém é severamente desrespeitado ou não reconhecido, todo o sistema sofre. Como no corpo humano se um órgão está doente todo o sistema sentirá.


Silca T. Malutta   Profª De Regressão De Memória E Parapsicóloga Clínica

photo
Skype: silcamalutta